Você deve contar a seu cônjuge que o traiu?


O adultério é algo devastador. Após um caso de adultério, a parte ofensora deve, primeiro, afastar-se do pecado através do arrependimento perante Deus. Mas após esse arrependimento acontecer, há outra questão que precisa ser respondida: você deve confessar o adultério ao seu cônjuge?
Algumas vezes, o ato de confessar à esposa ou ao marido parece como se fosse causar mais mal do que bem. Certa vez recebi uma carta de um homem que disse ter cometido adultério anos atrás, mas o caso amoroso durou apenas uma semana e ele tinha se arrependido perante Deus e os outros. A razão por que ele estava inseguro de confessar a sua esposa era que o casamento já estava passando por dificuldades, e ele estava profundamente preocupado que uma bomba como essa pusesse um fim ao casamento e prejudicasse os filhos.

Esta é, de fato, uma situação dolorosa. Porém, ainda acredito que confessar o adultério ao seu cônjuge é absolutamente necessário. Aqui estão cinco razões:

1) Você precisa arrepender-se perante sua esposa.

Biblicamente falando, cada cônjuge possui um direito exclusivo sobre a sexualidade do outro. A palavra “propriedade” pode parecer radical, mas é exatamente essa a palavra que Paulo usa em 1 Coríntios 7.4. Isso não é uma licença para o abuso, mas significa que nem o marido nem a esposa tem autonomia sobre seus corpos. Logo, visto que seu corpo pertence ao seu cônjuge, seu pecado o afeta, ainda que ele não tenha conhecimento dele. A união marital é algo espiritual e misterioso, conforme Paulo ensina (1 Co 6.16-17). Isso significa que unir-se a outra pessoa é pecar contra o seu cônjuge.

2) Você precisa remover a mentira em seu casamento.

Ocultar o adultério, ainda que você tenha se arrependido dele, é enganar seu cônjuge acerca de algo que está no âmago do seu casamento. Ele merece saber – o que significa que você não terá se arrependido completamente até confessar a ele e pedir-lhe perdão. Até fazer isso, você sentirá um peso de culpa e vergonha incurável sobre o caso amoroso – ou, pior ainda, você finalmente se tornará um amigo do pecado e deixará de sentir vergonha, uma vez que, através do segredo, você desenvolveu um coração insensível. A maneira de evitar isso é através da confissão.

3) Você precisa assumir o seu pecado.

Uma das razões mais importantes para confessar seu adultério ao seu cônjuge é esta: você precisa chegar à conclusão de que seu marido ou esposa é mais importante do que os riscos que você está assumindo por causa da confissão. Você precisa reconhecer o seu pecado; precisa comunicá-lo a seu cônjuge como tal. Não dê qualquer indício de que você o culpa pelo seu pecado. Quando confessar, não levante quaisquer outras questões em seu casamento ou antigas feridas. Esse não é o momento para falar sobre essas coisas. Você precisa assumir totalmente a sua imoralidade.

4) Você precisa aceitar as consequências do seu pecado.

Seu cônjuge se sentirá traído e revoltado. Ele vai se sentir como se o mundo não fizesse o menor sentido para ele. Isso tudo é perfeitamente natural, pois você quebrou o pacto. Você pecou contra o seu cônjuge e quebrou uma relação de confiança. Não se defenda. Não apresente desculpas ou razões. Deixe seu cônjuge expressar a tristeza e a raiva decorrentes disso.

5) Você precisa assumir o primeiro passo na reconciliação.

Você não pode esperar que seu cônjuge fique triste por apenas uns momentos e o perdoe em seguida. Você pode ter a impressão, na medida em que confessa, de que um grande fardo está sendo tirado de suas costas, mas essa é a primeira vez que ele está ouvindo sobre isso. Deve haver uma angústia e uma expressão da ira justa que seu cônjuge tem. Deixe-o fazer isso, e então espere pacientemente pelo seu perdão. Não pense que você está obrigado a algum tipo de reconciliação imediata. Você terá que gastar, de muitas formas, o resto de sua vida em seu casamento reconstruindo a confiança que está ali, mesmo quando seu cônjuge perdoar você. O processo de reconciliação tem de começar com confissão, e isso significa que tem de começar com você.


Por: Russel Moore. © 2016 Russel Moore. Original: If You’ve Cheated, Should You Tell Your Spouse?

Tradução: : Leonardo Bruno Galdino. © 2016 Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: MinisterioFiel.com.br. Original: Você deve contar a seu cônjuge que o traiu?

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes