O Arrependimento Ineficaz.

Por: Pr. Jim Elliff

O crente em Cristo é uma pessoa que se arrepende durante toda a sua vida. Ele começa e continua a vida cristã com arrependimento (ver Rm 8.12-13). O rei Davi cometeu graves pecados, mas, diante da repreensão do profeta, sentiu-se abatido, porque era uma pessoa que se arrependia de todo coração (2 Sm 12.7-13). Pedro negou a Cristo três vezes, porém sentiu remorsos por três vezes, até que se arrependeu chorando amargamente (Mt 26.75). Todo crente é chamado de .penitente .; todavia, ele tem de ser um .penitente. que se arrepende constantemente. Em suas instruções referentes a disciplina da igreja, a Bíblia pressupõe que todos os verdadeiros crentes possuem uma natureza caracterizada por arrependimento. Alguém que demonstra indisposição para arrepender- se diante da amável disciplina da igreja deve ser considerado .gentio e publicano. (Mt 18.17).

Como saber se nossos problemas estão sendo enviados pelo amor de Deus?


Como pode um cristão saber quando a providência está operando para o seu maior bem, e quando ela provém do amor de Deus?

Deus pode operar o bem para o Seu povo, mesmo entre os piores males (Romanos 8:28). O pecado jamais pode fazer bem algum, mas a providência de Deus pode fazer com que um evento no qual o pecado esteja presente traga o bem para Seu povo. Não podemos saber se os acontecimentos atuais operam ou não para o nosso bem. Muitos ímpios e incrédulos têm mais do que seus corações poderiam desejar (Salmo 73:7); então não podemos julgar o amor de Deus por nós pelo número de bênçãos que recebemos.

Sobre Puritanos, Puritânicos e Neopuritanos.


À semelhança de outros rótulos que rolam no meio evangélico, “puritano” é um dos mais mal compreendidos e um dos que é usado mais eficazmente para destruir a reputação de alguém. O termo tem conotação pejorativa hoje em dia. Um puritano é visto como alguém de moralidade falsa ou hipócrita, e por mais que os simpatizantes dos antigos puritanos tentem passar uma imagem positiva a respeito deles, a mancha negativa (e injusta) permanece. Os puritanos viveram entre o século XVI e XVIII. Eram leigos e ministros ordenados da Igreja da Inglaterra e das igrejas presbiterianas, batistas e congregacionais. 

O valor incomparável de uma mãe.


De todas as missões concedidas ao ser humano na história, nenhuma transcende à maternidade. O grande estadista americano, Abraham Lincoln, diz que as mãos que embalam o berço governam o mundo. Peter Marshall, capelão do senado americano, diz que as mães são as guardas das fontes, aquelas que promovem o bem mesmo permanecendo, tantas vezes, nas sombras do anonimato.

Teólogo pede que igrejas estejam prontas para lidar com o suicídio.

por Jarbas Aragão

A série da Netflix “13 Reasons Why”, que no Brasil ganhou o título de “Os 13 Porquês” é uma das mais comentadas do ano. Tratando de uma questão delicada – suicídio – ela aborda por vários ângulos a relação (ou falta de) entre pais e filhos e a prática do bullying nas escolas.

Apesar de ter sido criticada por muitos, por supostamente incentivar o suicídio, ela ganhou o apoio do pastor Russell Moore, que é professor de teologia e atual presidente da Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul, a maior denominação norte-americana.

Que esportes existiam na época de Jesus?

por Cristiano Medeiros

Grécia e Roma dominavam, mas judeus também tinham seus esportes.

O mundo era outro quando Jesus nasceu no primeiro ano do calendário cristão, mas desde aquela época os povos já praticavam esportes como lazer e diversão.

Os Jogos Olímpicos, da antiga Grécia, começaram a ser realizados no século 8 a.C., e permaneceram até o século 4 d.C. Roma também tinha seus próprios jogos: uma série de eventos que serviam de espetáculo ou circo e que iam desde corridas de quadrigas até o boxe, passando pelas não tão esportivas competições de gladiadores, que estavam em seu ápice.

A importância e o tempo da ordenação ministerial.


Na maioria das denominações ou igrejas, aqueles que têm cargos importantes são reconhecidos quando são designados para um ofício. As questões diante de nós são: como devemos entender a importância desse ato e quando ele deveria ser realizado?

A IMPORTÂNCIA DA ORDENAÇÃO

Para que discutamos a importância do reconhecimento público de uma pessoa que tem cargo importante, precisamos olhar para os diferentes termos usados no Novo Testamento para descrever esse processo. Lemos em Atos 14.23 que Paulo e Barnabé “elegeram presbíteros” em cada igreja em várias cidades da Ásia Menor. O termo grego traduzido para “eleger” é cheirotonço, que é composto das palavras “mão” (cheir) e “estender” (teinô). No grego clássico, a palavra significava “escolher” ou “eleger”, originalmente ao levantar a mão. Atualmente, entretanto, o elemento da “mão” se tornou uma metáfora morta”#1”.

O primeiro jogador do baleia azul – e como ele saiu com vida.


Aqui está o seu primeiro desafio: ler este texto até o final, mesmo que corte a sua alma.

Sua vida tem sentido? Ou você se sente perdido no mar turbulento desta vida? Você até pensou: “ninguém se importa mesmo, então qual o problema de eu jogar o #baleiaazul?”.

Bom, deixe-me contar a história do primeiro jogador do #i_am_whale. Ele o jogou da forma mais radical possível: ele foi engolido vivo por, bem, possivelmente, uma baleia.

Os filhos de um presbítero devem ser crentes?


“E que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito
(pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?)” – 1Timóteo 3.4-5

“Alguém que seja irrepreensível, marido de uma só mulher, que tenha filhos crentes que não são acusados de dissolução, nem são insubordinados.” – Tito 1.6

Pode um homem que tem filhos descrentes ser apontado ou continuar como um presbítero? 1Timóteo 3.4-5 e Tito 1.6 evocam essa pergunta.

Riquezas efêmeras.


"Não te fatigues para seres rico; não apliques nisso a tua inteligência. Porventura, fitarás os olhos naquilo que não é nada? Pois, certamente, a riqueza fará para si asas, como a águia que voa pelos céus" (Provérbios 23:4-5).

O livro do Velho Testamento do qual as palavras acima são citadas dá um bocado de bom conselho prático. Não é louvável que o homem seja lento em aceitar conselho que vai contra suas inclinações.
Postagens mais antigas Página inicial
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes