O Sepulcro Vazio (Porque Jesus dobrou o lenço?)

No primeiro dia da semana, Maria Madalena veio ao sepulcro bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido removida do sepulcro. Então foi correndo até onde estava Simão Pedro e o outro discípulo a quem Jesus amava e disse-lhes: "Tiraram o Senhor do sepulcro e não sabemos onde o puseram".
Pedro saiu com o outro discípulo e foram ao sepulcro. Corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa do que Pedro e chegou primeiro. Inclinando-se, viu as faixas de linho no seu lugar, mas não entrou. Depois chegou Simão Pedro, entrou no sepulcro e viu as faixas de linho no seu lugar e o sudário que tinha estado sobre a cabeça de Jesus. O sudário não estava com as faixas de linho, mas enrolado num lugar à parte. O outro discípulo que chegou primeiro entrou também, viu e creu. De fato, eles ainda não se haviam dado conta da Escritura, segundo a qual era preciso que Jesus ressuscitasse dos mortos.

Aparição a Maria Madalena
Maria ficou do lado de fora, chorando junto ao sepulcro. Enquanto chorava, inclinou-se para o sepulcro e viu dois anjos vestidos de branco, sentados no lugar onde estivera o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés. Eles perguntaram: "Mulher, por que choras?" Ela respondeu: "Porque levaram o Senhor e não sei onde o puseram". Depois de dizer isso, ela virou-se para trás e viu Jesus que ali estava, mas não o reconheceu. Jesus perguntou-lhe: "Mulher, por que choras? A quem procuras?" Crendo que era o jardineiro, ela disse: "Senhor, se foste tu que o levaste, dize-me onde o puseste e eu irei buscá-lo". Respondeu Jesus: "Maria". Ela virou-se e disse em hebraico: "Raboni" - que quer dizer Mestre. Jesus disse: "Não me retenhas porque ainda não subi ao Pai. Vai aos meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus". Maria Madalena foi anunciar aos discípulos que tinha visto o Senhor. E contou o que Jesus tinha dito (João 20, 1-18).

Este texto está repleto de detalhes e cores, narrando situações e minúcias, só experimentadas por quem viveu aquele episódio, e reflete, de maneira minuciosa, o que se passou com Maria Madalena, Pedro e João, o apóstolo a quem Jesus amava.

Dá para sentir, pela narrativa, os anseios de todos eles e suas reações emocionais. Os detalhes se ajustam entre si de tal forma que dão a impressão de que o texto inicial possa ter sido enriquecido (retocado) posterior, tal a variedade de detalhes apresentados. Esse acréscimo pode ter acontecido, embora sejamos obrigados a ficar no campo das suposições, local onde eu me refugio também, para assumir, do meu lado e, piedosamente, alguns aspectos contidos nessa passagem evangélica. Na minha experiência de leitor, não me recordo de haver lido um trecho tão empolgante, movimentado, rico em situações, e ao mesmo tempo tão teologicamente correto.

JESUS, SERVO AMOROSO


Todos nós sabemos do insigne trabalho e missão de Jesus entre nós! Sabemos (e como sabemos!) do Seu papel como Filho que deseja resgatar nossos corações para o Pai. Sabemos do Seu esforço, da Sua bondade, da Sua visível humanidade, do Seu amor por nós e pela missão que o Pai lhe confiou. No seu desejo de que todos (todos) desfrutem da felicidade, Jesus procurou não deixar brechas e cumpriu todas as etapas que lhe foram propostas, apagando-Se na Cruz, como fez.


Porque Jesus dobrou o lenço? Porque Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição? João 20:7 nos conta que aquele lenço que foi colocado sobre a face de Jesus não foi apenas deixado de lado como os lençóis no túmulo.
A Bíblia reserva um versículo inteiro para nos contar que o lenço fora dobrado cuidadosamente e colocado na cabeceira do túmulo de pedra.

Para conhecer o significado do lenço dobrado, se faz necessário entender um pouco a respeito da tradição hebraica e dos costumes daquele tempo.


Quando o servo colocava a mesa de refeição para o amo, ele fazia exatamente da maneira como o seu amo queria. A mesa era colocada ao gosto de seu amo, do jeitinho que o amo gostava; e o servo esperava ao lado, fora da visão do amo, até que a refeição terminasse. O servo não se atrevia nunca a tocar a mesa antes que o amo tivesse terminado sua refeição.

A tradição acrescenta que, "ao terminar a refeição o amo se levantava, limpava os dedos, passava lenço pela boca e sobre a barba. Depois, embolava o lenço e o depositava sobre a mesa. Segundo o costume o lenço 'embolado' queria dizer: 'Eu terminei'". Se, no entanto, o amo se levantasse e deixasse o lenço dobrado ao lado do prato, o servo jamais deveria tocar a mesa, porque isso queria dizer: "Eu voltarei!"
Ele está voltando! E deixou um recado !
Oro para que você seja abençoado com a paz e a alegria em saber que Ele está voltando e isso pode ser muito breve. Esteja pronto, preparado!

Ao meu amigo Mario Nogueira que tanto me manda material inspirados.

Fonte:http://prjoseiadrn.blogspot.com
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Por favor, informem uma referência bibliográfica que indique esta tradição judaica de dobrar o guardanapo indicando que não está terminado, Ele voltará.

    Sou pregador da palavra e rogo que me informem estes dados.

    Fraternalmente em Cristo Jesus, fernando.da.c.cabral@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Essa do lenço foi perfeito! Jesus é maravilhoso,e serviu para alimentar mais a minha fé. Obg

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes