O beijo de Judas do "nosso" Cristianismo".

Jesus morreu condenado pelos dois poderes máximos do século, o poder religioso de Israel e o poder político-militar do Império Romano.

Com a morte de Jesus, parecia o cristianismo definitivamente extinto – mas estava mais vivo do que nunca; em vez de uma dúzia de discípulos do Cristo, surgiram milhares em todos os pontos do Império Romano: Europa, Ásia e África. Realmente, “o sangue dos mártires era a semente de novos cristãos”, como se dizia naquele tempo. [...] 
Finalmente, em 64, o imperador romano Nero iniciou uma perseguição por atacado, decretando por lei a matança de todo e qualquer discípulo do Cristo. Depois de algum tempo, não havia mais um cristão sobre a face da terra – mas debaixo da terra havia muitos: no fundo das catacumbas de Roma continuavam a germinar os discípulos do Cristo, e tão firmemente enraizados estavam eles nesses subterrâneos que três séculos de inauditas violências não valeram exterminá-los. O cristianismo subterrâneo era mais vivo e vigoroso que o próprio cristianismo terreno. O Jesus morto na superfície da terra continuava como o Cristo vivo debaixo da terra, e ressuscitava sempre, contra todas as proibições dos poderes anti-crísticos, religiosos e civis.

Finalmente em princípios do quarto século, o primeiro imperador romano pseudo-cristão, Constantino Magno, resolveu mudar de tática e de estratégia: convencido de que a política de violência não podia matar o Cristo e seu Reino, passou da violência aberta de Caifás, Pilatos, Nero e Diocleciano, para a traição disfarçada de Judas Iscariotes: “Aquele a quem eu beijar esse é – prendei-o!”. Beijou o Cristo com um beijo de Judas e o jogou às mãos de seus piores inimigos. Pelo edito de Milão de 313, Constantino proclamou a liberdade do cristianismo e o fez religião oficial do Império Romano. Se o Cristo não fosse mesmo imortal, teria morrido de vez com esse beijo de Judas: “Amigo, com um beijo tu atraiçoas o Filho do Homem?” 

Constantino Magno injetou ao cristianismo os piores venenos – e não conseguiu matá-lo [isto é, matar os verdadeiros cristãos]; deu-lhes três presentes gregos: armas, política e dinheiro; armas – para matar seus inimigos; política, para enganar seus amigos; e dinheiro – para comprar e vender consciências. 

Mas, nem com esse tríplice veneno concentrado o [verdadeiro] cristianismo morreu, porque estava imunizado pelo Cristo. [...] 

A partir do século IV até o século XX [e agora, século XXI], tem-se repetido inúmeras vezes essas tentativas de envenenamento do [verdadeiro] cristianismo por parte dos [falsos] cristãos, mas inexplicavelmente, a traição do Cristo por parte dos [falsos] cristãos foi tão ineficaz como a violência contra Jesus por parte de judeus e pagãos. [...] Persiste e sobrevive sempre o Cristo imortal, não em nossas organizações sociais, mas nas almas individuais cristificadas. [...] 

Na idade média a traição a Jesus atingiu o apogeu da sua perversidade: No tempo das Cruzadas, milhares de pagãos foram trucidados em nome do Cristo; milhares de [verdadeiros] cristãos foram assassinados pela Inquisição em nome de Deus. [...] 

Com o reconhecimento da parte duma chamada igreja cristã estava oficialmente abolido o espírito do Cristo, estava a bandeira do Cristo hasteada sobre o quartel-general do Anti-Cristo [...] enganando a milhões e milhões de almas sinceras em busca do Cristo. 

“Guias cegos guiando outros cegos... vós roubastes a chave do conhecimento do reino de Deus; vós mesmos não entrastes,nem permitis que outros entrem.” 

Hoje em dia, é quase impossível encontrar o Cristo no cristianismo; quem não encontra o Cristo fora do nosso cristianismo, dificilmente o encontrará. 

Autor: Huberto Rohden Via:http://alancapriles.blogspot.com

Extraído de “O Drama Milenar do Cristo e do Anti-Cristo” - Editora Alvorada.
O título desse artigo e as palavras entre colchetes não constam da obra de Rohden, mas foram acrescentados para facilitar a compreensão do texto, não ferindo seu sentido original.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Olá, pessoal!!!!!

    Eu vim aqui compartilhar com vocês, uma ideia fera que desenvolveram. Um site para declarar a nossa Fé em JESUS por todo o mundo!!!!!!!

    Vamos fazer uma força única e cumprir a missão de Jesus!!!!!!

    Com apenas alguns cliques, você acende a luz daí mesmo onde você está. Não se envergonhe da palavra da salvação. Vamos mostrar ao mundo o PODER do evangelho e proclamar a VERDADE.

    DECLARE SUA FÉ EM JESUS! ACENDA UMA LUZ!!!!! OLHA AÍ O LINK, PESSOAL: http://feemjesus.com.br/

    "Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus."
    Mateus 10:32

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes