Como o diabo compra a nossa santidade?

Antes de tudo vamos relembrar o que é santidade: É uma qualidade que nos faz sermos fieis a Deus, buscando distância do pecado e proximidade com a vontade do Pai. Essa é a atitude de todo santo. É um processo, pois dia a dia devemos nos tornar mais santos e devemos estar mais moldados a vontade de Deus e menos a vontade do mundo. A santidade é fator essencial no relacionamento com Deus: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” (Hb 12. 14)
Devido a importância e valor da santidade, ela é um “produto” que o diabo quer retirar de nossa posse. Por isso, ele é um experiente comprador da santidade das pessoas. Ele a compra e depois a destrói, pois para ele a santidade não serve para nada, serve apenas para ser comprada e depois destruída. 

Mas como o diabo compra a nossa santidade?

Ele age bem aos moldes de um comprador comum. Primeiro ele age pesquisando para saber que tipo de oferta somos mais propensos a aceitar. Ele pensa: De que forma aquele rapaz poderia vender a sua santidade a mim? Talvez ele aceite uma pomposa oferta na área sexual; ou quem sabe uma oferta na área profissional, dinheiro, poder. E aquela moça? Talvez uma oferta irrecusável na área da vaidade seja o ideal. Esse é o primeiro passo do diabo.

O segundo passo é fazer a oferta. Como qualquer comprador ele espera o momento certo. Ele busca o momento ideal para fazer ofertas que parecem irrecusáveis. A Bíblia chama esse momento da negociação de tentação. Olhe como ele negociou com Jesus: “Levou-o ainda o diabo a um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles e lhe disse: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.” (Mt 4. 8). As ofertas do diabo são sempre muito tentadoras. Ele não faz ofertas “bobas”, pois é experiente.

Depois de fazer a oferta, confiantemente, o diabo espera uma resposta positiva, já que ele sabe do poder de suas ofertas. Esse é o último passo. É o momento em que ele abre a carteira, mostra o “dinheiro” à pessoa e aguarda que ela lhe dê o produto, no caso a santidade. Foi o que Davi fez quando se deitou com Bate-Seba, uma mulher formosa, mas casada. Ele aceitou a oferta e deu a sua santidade ao diabo: “Então, enviou Davi mensageiros que a trouxessem; ela veio, e ele se deitou com ela.” (2Sm 11. 4)

Mas ao contrário do que alguns dizem as ofertas do diabo não são irrecusáveis. As aceitam apenas aqueles que querem vender sua santidade. Olhe esta atitude diante de uma dessas ofertas “irrecusáveis” do diabo: “Então, Jesus lhe ordenou: Retira-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás, e só a ele darás culto.” (Mt 4. 10).

Fique atento às ofertas do diabo, pois ele irá fazê-las a você e a mim. Por quanto você tem vendido a sua santidade?

Caso você a tenha vendido ao diabo, saiba que você pode recuperá-la. O diabo não tem posse vitalícia de nada! Peça perdão a Deus e a tome de volta! "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." (1Jo 1. 9)

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes