Podemos perder a nossa salvação?

É possível que um salvo em Cristo Jesus perca a sua salvação?

Caro leitor, a primeira coisa a se dizer sobre este tema é que temos de fazer uma separação entre uma conversão genuína e uma aparente conversão genuína. Muitas pessoas afirmam que a salvação pode ser perdida quando olham para pessoas que se afastaram de Deus e da igreja. Essa é uma forma errônea de analisar a questão. O homem pode enganar o homem. E nós, como homens, não temos condições de determinar quem é verdadeiramente salvo, convertido, e quem é apenas convencido de que é salvo. Isso porque não enxergamos o coração das pessoas.

Como em todas as questões, a Bíblia nos revela corretamente sobre esse assunto.

Quem é verdadeiramente salvo nunca perderá a sua salvação. Isso porque Deus não faz a obra da salvação mal feita, pela metade ou por um tempo, mas salva definitiva e eficazmente. “As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão. Aquilo que meu Pai me deu é maior do que tudo; e da mão do Pai ninguém pode arrebatar.” (Jo 10:27-29).

Note no texto a certeza que Jesus exprime de que Ele dá a vida eterna as suas ovelhas. Note também que Ele declara que “Jamais perecerão” e também que “da mão do Pai ninguém pode arrebatar”.

A salvação, que é pela graça e pelos méritos de Cristo, não depende das nossas obras. Se dependesse, aí sim poderíamos perdê-la. “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” (Ef 2. 8). Assim, o salvo irá perseverar até o fim, pois a garantia da sua salvação é Cristo.

Se somente os que são perfeitos e os que se mantivessem perfeitos nesse mundo fossem salvos, a lista de salvos estaria vazia. Como ser humano imperfeito, por negligência, por falta de atenção, por dar ouvidos as tentações do inimigo, o salvo poderá pecar e desagradar a Deus. Por esse comportamento irá atrair sobre si juízos temporais de Deus, que o disciplinará. “Mas, quando julgados, somos disciplinados pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.” (1Co 11. 32). Porém, o Espírito Santo sempre conduzirá o salvo a reconhecer sua real situação e retornar à comunhão com Deus.

Aqueles, porém, que pareciam ser salvos, mas se afastaram de uma vez por todas de Deus, na verdade, apenas pareciam salvos, mas não o eram. “Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos.” (1Jo 2. 19)

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes