A voz enganosa de Satanás.


Desde o princípio, a Bíblia apresenta a presença do inimigo de nossas almas. A afirmação “certamente não morrereis” flagra a primeira característica da voz de Satanás que é a distorção da palavra de Deus. O Senhor havia deixado muito claro que Adão e Eva podiam comer de todas as árvores do jardim, menos da árvore do conhecimento do bem e do mal.
A serpente, por sua vez, quis fazer de Deus um mentiroso dizendo que não sofreriam as consequências da morte, transformando coisas claras e simples em coisas ocultas e misteriosas (“se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus” – Gênesis 3.5), com grande ênfase em promessas falsas, envaidecedoras, centralizadas no homem e de fácil obtenção (“no dia em que dele comerdes”). Assim, o inimigo sempre tem em sua abordagem um apelo aos desejos da carne (comer), aos desejos dos olhos (“vendo a mulher“), e à soberba da vida (“sereis como Deus“). Leia: 1 João 2.16.

Uma outra história muito conhecida aconteceu com um homem chamado Jó. Esse relato indica que Satanás também fala com Deus: “respondeu Satanás ao Senhor“ (Jó 1.9). Quando não está mentindo, inventa conjecturas mentirosas: “teme Jó a Deus em vão?“ É comum sua atitude de provocação, buscando tirar a estabilidade de uma vida. Sua voz espelha sua ganância sórdida (Jó 2.5) por “roubar, matar e destruir“ (João 10.10). Sua declaração de que veio de “rodear a terra e passear por ela“ (Jó 1.7) confirma que o diabo “anda em derredor, bramando como leão”, ou seja, imitando a voz de Deus, “buscando a quem possa tragar“ (1 Pedro 5.8).

Mas a história mais impressionante aconteceu diretamente com Jesus. Os evangelhos relatam a conhecida tentação que Satanás fez a Jesus, depois de 40 dias de jejum (Mateus 4; Marcos 1.12ss; Lucas 4). Satanás aproxima-se em momentos de carência explorando pontos mais expostos (“que estas pedras se transformem em pães”), distorcendo a Palavra de Deus (“está escrito”) provocando o ego e tentando abalar o relacionamento de confiança e fé (“se tu és o Filho de Deus”), explorando o fantástico (“lança-te daqui abaixo”), mexendo com os desejos dos olhos (“mostrou-lhe todos os reinos do mundo”), com promessas fáceis e grandes (“tudo isto te darei”), tirando a glória de Deus (“se prostrado me adorares”).

Além dessas três conhecidas histórias, a Bíblia nos mostra que a voz de Satanás é mentirosa (João 8.44), acusadora (Apocalipse 12.10), atormentadora (1 Samuel 16.14), fixa na carne (Mateus 16.23), irreverente (Mateus 8.29), indutora ao pecado (1 João 3.8) perturbadora (Atos 13.10), multiformatada (2 Coríntios 11.14), ativa (Efésios 2.2), intrusa (Efésios 4.27), persuasiva (2 Coríntios 2.10-11; 1 Tessalonicenses 2.18; 2 Tessalonicenses 2.9), tentadora (1 Tessalonicenses 3.5), provocando o orgulho (1 Crônicas 21.1), manifestando-se também através de pessoas (João 13. 2, 27; Marcos 5.9) e até reconhecendo a Jesus Cristo (Marcos 3.11; Tiago 2.19)

Ora, quando o inimigo vier falar conosco, devemos nos sujeitar a Deus e resistir-lhe firmemente (Tiago 4.7), dizendo, como Jesus, e em nome de Jesus: “retira-te, Satanás!“ (Mateus 4.10).

Fonte: Ipilon /Gospel Prime Via: Hospital da Alma
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. I’m not that much of a online reader to be honest but your sites really nice,
    keep it up! I'll go ahead and bookmark your site to come back in the future. Cheers

    My website wypożyczalnia trampolin

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes