Deus ama o fracassado!

Somos de uma espécie que não se importa com os que fracassam. Na verdade, temos uma forte tendência para convivermos com os ‘bem-sucedidos, vitoriosos, sarados’ e excluirmos os que erram, os que fracassam. Como denominação ou igreja local, somos o único exército que deixa os seus feridos para trás. A história do soldado Ryan – um filme que retrata uma realidade da segunda guerra mundial –, mostra que todo um batalhão norte americano se arriscou para resgatá-lo e conseguiu. Uma linda história de amor e misericórdia; patriotismo e coragem; renuncia e sentido de missão. Os fracassados precisam de socorro. Eles geralmente estão feridos, amargurados e incompreendidos. Há muitas pessoas assim em nossas igrejas, necessitando ser amadas, compreendidas e encorajadas a permanecerem na caminhada cristã.

Na Bíblia temos várias histórias de pessoas fracassadas que foram alcançados pela graça de Deus. Raabe, uma prostituta da cidade de Jericó, foi salva pelo Senhor e agregada ao povo de Israel, fazendo parte da genealogia de Jesus (Js 2.1-24; 6.17; Mt 1.5). Jacó era um fracassado (eu me identifico muito com ele) e foi tornado Israel, príncipe de Deus. Era um homem difícil, mas Deus o amava. Lutou com o anjo e alcançou a bênção. Teve a visão de Deus que mudou a sua vida. Quebrantou-se diante do seu irmão Esaú (Gn 33.3,4,8, 10). É impressionante como Deus intervém em nossa história de vida! 



A mulher samaritana, junto ao poço de Sicar, abordada por Jesus, que havia tido cinco maridos e o que tinha agora não era o seu marido (João 4.18), foi impactada por Ele e, creio, teve a sua vida mudada (João 4.29). A prostituta na casa de Simão (Lc 7.36-50), que chorava sobre os pés de Jesus, derramando o caríssimo perfume sobre eles, foi por Ele perdoada e restaurada. O Senhor é especialista em levantar fracassados. Ele não age com base no nosso mérito, mas mediante a Sua graça. Como disse o Senhor Jesus a Paulo, “o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza” (2 Co 12.9). 



Simão Pedro era um homem fracassado, mas Jesus o amou e, mediante a sua confissão, foi restaurado e se tornou um líder cristão, comprometido com Jesus e o Seu Reino, escrevendo duas belíssimas epístolas que são um primor na literatura bíblica que têm edificado gerações. Saulo de Tarso era um religioso fracassado. O seu modo de agir era caracterizado por legalismo, intolerância e violência contra os cristãos. Mas Deus, em Cristo Jesus, o alcançou com o Seu amor. Ele foi transformado em Paulo, o maior líder da Igreja de Jesus. Em Romanos 7, ele testemunha a realidade do fracasso do homem quando confia em si mesmo. Era a sua própria condição. No capítulo 8 da mesma epístola, ele testemunha a libertação do homem quando este confia na suficiência da obra de Cristo Jesus, o Senhor. 



Os fracassados que têm consciência do seu fracasso e confia na suficiência de Cristo (Lc 5.1-11), são restaurados e encorajados a prosseguirem olhando para Ele, procurando sempre ajudar outros. Reconheçamos nossos fracassos e ajudemos os que precisam de amor, perdão, afeto e encorajamento. Recuperados e fortalecidos pelo Senhor, saiamos da nossa zona de conforto e ajudemos com amor os desvalidos, desesperados e amargurados de espírito. Como os ensina a profecia de Isaias: “O Senhor deu-me a língua dos instruídos para que eu saiba o que dizer ao que está cansado; ele me desperta todas as manhãs; desperta-me o ouvido para que eu ouça como discípulo” (50.4). 



Não nos esqueçamos: “Ele dá força ao cansado e fortalece o que não tem vigor. Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os moços cairão, mas os que esperam no Senhor renovarão suas forças; subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão, andarão e não se fatigarão” (40.29-31). Que atentemos para o mesmo Isaias: ”Um ajudou o outro e disse ao seu companheiro: Esforça-te” (41.6). Que digamos como Paulo: “Tudo posso naquele que me fortalece” (Fil 4.13).



Autor: Oswaldo Luiz Gomes Jacob, Pr.  / Fonte: OPBB/FL 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Me fez lembrar da Casa Negra (Stephen King), tinha um papagaio de duas cabeças, uma boa e outra má a boa: "Deus ama os pobres", a má completou "então foi por isso que ele criou tantos?"; frase a proposito atribuida a Lincoln.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes