Dons Espirituais.

Primeiramente é preciso fazermos algumas definições iniciais quanto a este tema para não confundirmos “o dom do Espírito Santo”, “Dons Espirituais” e “Frutos do Espírito”, pois como veremos a seguir eles possuem diferenças entre si, e não são a mesma coisa como possa parecer.

Dom do Espírito.
É o próprio Espírito Santo que o Senhor Jesus nos deixou quando voltou para o Pai, e que veio no pentecostes de atos 2.
Devemos ter atenção ao seguinte fato que o Senhor Jesus nos disse que a blasfêmia sobre o espírito santo é um pecado que não tem perdão, nos versículos que citarei a seguir tem alguns exemplos.

Quem pode cometer estes pecados
crentes:
(Efésios 4:30) - E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.
(Atos 5:3) - Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade?
(I Tessalonicenses 5:19) - Não extingais o Espírito.
Incrédulos:
(Atos 7:51) - Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais.

(Mateus 12:31) - Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens.
(Mateus 12:32) - E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.

Este é o “dom” de Deus que recebemos de graça imerecidamente, o espírito Santo que a partir do momento que aceitamos o senhor Jesus como único e suficiente salvador de nossas vidas age em nós, no entanto convém observar que, dizer que possuímos o Espírito Santo não significa que possuímos os dons do espírito, vejamos nos tópicos a seguir o que são, como agem e como são classificados estes dons que são sinais de quem possui o Espírito Santo.

Dons Espirituais (dons do espírito).

São capacidades sobrenaturais concedidas pelo Espírito Santo para ministérios especiais que podem ser:
Charismata: variedade de dons do mesmo espírito 1Co 12:4,7
Diakonal: variedade de serviços prestados, no mesmo senhor.
Energimata: variedade de poder do mesmo Deus que opera tudo em todos.

Quanto ao propósito do seu recebimento, estão edificação da igreja, instrução dos crentes, ganhar novos convertidos, glorificar o nome de Jesus, etc...

Maneira de recepção.
Podem ser de varias formas, como perseverar em oração e em suplicas.
At 1:14, obediência a Deus At 5:32 e de diversas outras formas, mas tendo sempre em mente que o Senhor concede segundo a sua vontade a cada um, e não existe um mais importante que o outro, pois todos são manifestações do Espírito Santo que age em nós que somos parte do corpo de Cristo que é a sua Igreja.

Classificação:
Os dons do espírito são 9 (1Co 12:8-10) e podem ser classificados em 3 grupos que são eles:
1-     Aqueles que concedem poder para saber sobrenaturalmente, que são 3:

1.1- Palavra de sabedoria- logos sophia, habilidade capacidade sobrenatural para expressar conhecimento, suas características são.
- aplicada na arte de interpretar sonhos e dar conselhos sábios (At 7:10)
- inteligência para esclarecer algum numero ou visão misterioso (Ap 13:18; 17:19).
- Prudência em tratar de assuntos At 6:3.
- habilidade santa no trato das pessoas fora da igreja Cl 4:5.
- Jeito e discrição em comunicar as verdades cristãs Cl 1:28.
- conhecimento e prática para uma vida piedosa e reta Tg 1:5;3:13,17
- conhecimentos e habilidades necessários para uma defesa eficiente da causa de Cristo (Lc21:15).
- conhecimento pratico de coisas divinas e de deveres humanos, unindo a aplicação bíblica (Mt 13:54 Mc 62:2 At 6:10).
- sabedoria como João batista e Jesus ensinavam aos homens o plano da salvação (Mt 11:19).
Obs.: são pessoas sensíveis, com discernimento, praticas sabias, justas, com experiência, com bom senso.
Cuidados: pode falhar, não devem ser o centro da dependência alheia, precisam ser longânimes com as que não tem o dom ex (Jr 9 23:24; 1Co 2:3-16; 1Co 12:8; Tg 3:13-18).
Podemos dizer que esta é a palavra que nos mostra o que fazer em cada situação de forma sobrenatural, enquanto a de conhecimento traz à informação esta diz como usá-la.

1.2- Palavra da ciência (conhecimento): logos gnosis - Pronunciamento ou declaração de fatos inspirados de modo sobrenatural.
(Características:)
- Conhecimento de Deus tal como é oferecido nos evangelhos (2 Co.2:4)-Ex. Paulo (2Co.10:5);
- Conhecimento das coisas que pertencem a Deus (Rm.11:13);
- Inteligência e entendimento (Ef. 3:19);
- Conhecimento da fé Cristã (Rm.15:14; 1Co.1:5);
- Conhecimento mais profundo, mais perfeito e mais amplo da vida cristã, mais avançada.
(1Co.12:8; 13:2,8; 2Co.6:6; 8:7; 11:16);
- Conhecimento mais elevado das coisas divinas e cristãs das quais os falsos mestres se gabam.(1Tm.6:20);
- Sabedoria moral como se demonstra numa vida reta (2 Pe.1:5);
- Sabedoria moral nas relações com os demais (1Pe.3:7);
- Conhecimento concernente às coisas divinas e aos deveres e segredos dos seres humanos. (Rm.2:20; Cl.2:3);
Diferença:Sabedoria X Ciência: Ciência é o conhecimento profundo em si e sabedoria é o conhecimento prático (habilidade/ação).
OBS: São pessoas curiosas, sensíveis, observadoras, com discernimento, reflexivas, estudiosas e verdadeiras.
Cuidados: Para não se ensoberbecer, lembrar-se que a mensagem é de Deus e ter responsabilidade com o conhecimento adquirido. (Mc.2:6-8: Jo.1:45-50; 1Co.12:8).
Devemos salientar também não estamos falando de conhecimento humano.

1.3 - Discernimento de espíritos:diakrisis pneuma.
Habilidade/capacidade sobrenatural para diferenciar a inspiração verdadeira do Espírito Santo,da falsa,oriunda do homem das carnes ou de espíritos malignos enganadores (demônios)
(características:)
- Capacita o possuidor a determinar se o profeta está falando ou não pelo Espírito de Deus.
- Faz o possuidor “enxergar” todas as aparências exteriores e conhecer a verdadeira natureza de uma inspiração.
- Operação do dom de discernimento pode ser examinada de duas formas: doutrinária (1Jo.4:1-6) e a prática (Mt.7:15-23).
- Dom capacita alguém a discernir o caráter espiritual de uma pessoa.
OBS:Diferente da percepção humana e da critica pessoal humana.
- Operação do dom ilustrada em: Jo:1:47-50; 2:25; 3:1-3; 2Rs(.5:20-26; At. 5:3; 8:23; 16:16-18).
São Pessoas Perceptivas, com discernimento, sensíveis, intuitivas, decisivas, desafiantes e verdadeiras.
Cuidados: Podem ter dificuldade em saber como expressar suas percepções e sentimentos; podem ser duras ao confrontar pessoas em vez de falar de amor; Precisam confirmar suas percepções antes de comunicá-las. (Mt.16:21-23; At.5:1-4; 1Co.12:10).

2-   Aqueles que concedem poder para agir sobrenaturalmente:

2.1 Fé :(ESPECIAL, diferente da Fé Salvadora e da confiança em Deus)-(Hb.11:6) pistis
  (Características:)
Em Ef.2:8, a fé salvadora é dada como dom, no sentido de favor imerecido (Graça), diferenciando de obras, diferente de dotação especial do Espírito Santo (1Co.12:9).Conforme Mc.11:22 Mt.17:20, é qualidade de fé miraculosa e sobrenatural.
Exemplo de aplicação deste dom: (1 Rs.18:33-35;At.3:4.)
São pessoas com atitude de oração, otimistas, confiantes, crédulas, positivas, estimulantes dos outros e esperançosas.
Cuidados: Precisam agir de acordo com a fé, precisam ouvir e considerar os conselhos e planos de outros crentes cheios do Espírito Santo. (Rm.4:18-21; 1Co.12:9; 13:2; Hb.11:1.).
Existem três tipos de fé:
. natural.
. salvadora.
. como um dom do Espírito.
Exemplos desta fé, Mt. 8.5-13; Lc. 17.11-19 ; Lc. 17.11-19; Lc. 9.36-50

2.2- Operação de milagres:energema dunamis - ”Obras de Poder” (Jo.14:12; At.1:8).Milagres em Éfeso. (At.19:11,12; 5:12-15);
(Características:)
- Falam a verdade de Deus autenticada por sinais;
- Expressam a confiança na fidelidade, capacidade da presença de Deus;
- Transmitem o ministério e mensagem de Jesus com poder;
- Reconhecem e glorificam Deus como fonte de milagre;
- Representam Cristo e induzem pessoas a terem relacionamento com Deus.
OBS:São pessoas ousadas, corajosas, com autoridade divina, tementes a Deus, convincentes, em atitude de oração e sensíveis;
Cuidados: Precisam saber que o milagre veio pela fé; não devem encarar dom como responsabilidade pessoal porque Deus determina o local e o tempo da manifestação de suas obras;
Devem ter cuidado para não clamar pela manifestação poderosa de Deus por motivos puramente pessoais. (Lc.5:1-11; Jo.2:1-11; 1Co.12:10, 28,29).

2.3- Dons de curar:charisma iama - (Plural-variedade de curas: emocional),
(relacional, espiritual, física, etc.) Restaurar instantaneamente-
(Características):
- usado por Deus para, de maneira sobrenatural, dar saúde a enfermos por meio da oração.”dom sinal”, de valor especial ao evangelista para atrair o povo ao evangelho (At.8:6,7; 28:8-10);
- deve-se dar lugar à soberania de Deus e à atitude e condição espiritual do enfermo, não se supondo que todos serão curados, pois pode haver incredulidade. (Mt.13:58)
- Todos podermos orar por enfermos (Mc.16:18;Tg.5:14).
São pessoas com compaixão, confiança em Deus, atitude de Oração, cheios de fé, humildes, sensíveis e obedientes. (Mc.2:6-8; Jo.1:45-50;1Co.12:8).

3-   Classe de Dons para poder para falar sobrenaturalmente:

3.1 - PROFECIA:propheteia - Expressão vocal inspirada por Deus (Falar Antes). 
(Características:)
- podem ser mediante revelação, sonho, visão ou Palavra de Deus, inspirando no momento, para exaltar e adorar a Cristo, admoestar exortativamente, confortar e encorajar os crentes.
- Se distingue da pregação comum porque é resultado da inspiração espiritual espontânea.
- a Pessoa que tem esse dom é constituído como profeta (At.15:32; 21:9; 1Co.14:3);
- O propósito do dom é edificar, exortar e consolar os crentes (1Co.14:3).
- A profecia não está no mesmo nível das escrituras. Devemos provar e julgar as mensagens proféticas (1Co.14:29)-Pode ser sua mensagem de autoria meramente humana (Jr.23:16; Ez.13:2,3).
- Em 1 Ts.5:19-20, trata-se da operação do dom de profecia. Provemos à mensagem, retenhamos o bem e deixemos o mal.
- Notemos que Deus vivifica a profecia (1Co.14:14), podendo ser usada na 1a. e 3a. pessoa do singular (Lc.1 :67-79).
São pessoas com discernimento, constrangedoras, não comprometedoras da verdade, falam abertamente, com autoridade, convicção e confrontam as pessoas (No Espírito).
Cuidados: Devem transmitir mensagem com amor e compaixão, sabendo que poderão ser rejeitadas; precisam evitar orgulho e ter discernimento e apoiar no Evangelho as mensagens proféticas.
(Rm.12:6; 1Co.12:10, 28; 13:2; 2 Pe.1:19-21). (Profeta no A.T. era ministério e no N.T. é dom de profecia.)

3.2- LINGUAS ESTRANHAS (IDIOMAS)- genos glossa (glossolalia)- Variedade de Línguas-Poder de falar sobrenatural uma língua nunca aprendida por quem fala.
(Características):
Duas classes:Louvor em êxtase dirigido a Deus somente (1Co.14:2); Mensagem definida para a Igreja (1Co.14:5).
OBS: Línguas como sinal difere do dom de línguas:Sinal é para todos (At.2:4); Língua é para quem tem dom (1Co.12:30)-São pessoas sensíveis, em atitude de oração, confiantes, dedicadas, espontâneas e receptivas.
Cuidados:Não devem esperar que outros manifestem este dom como autenticação do Espírito; Devem lembrar que todos os dons são para edificação da Igreja. (At.2:1-11; 1Co.12:10; 28-30; 13:1; 14:1-39; Mc.16:17).
OBS:1 Co.13:8-O amor (fruto) nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão;havendo ciência, desaparecerá.
Porque,em parte, conhecemos e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado “-refere-se à 2a. vinda de Jesus e não ao aparecimento das Escrituras”.
ESSE DOM NAO DEVE SER PROIBIDO NAS IGREJAS (Pelo menos nas que realmente crêem e entendem o que está escrito na Bíblia).

3.3- INTERPRETAÇAO DE LINGUAS ESTRANHAS:hermeneia glossa - (Tornar). inteligível as expressões do êxtase inspirados pelo Espírito que se pronunciou em língua desconhecida para torná-la comum ao povo congregado.
(Características):
- Operação puramente espiritual, não provendo do intelecto.
- A interpretação é inspirada, extática (êxtase consciente) e espontânea.
OBS: Línguas com interpretação toma o valor da profecia (1Co.14:5)-Línguas são um sinal para os incrédulos (1Co.14:22).
São pessoas obedientes, responsivas, dedicadas, sábias, com discernimento e espiritualidade sensível.
Cuidados: Devem lembrar que a mensagem interpretada deve refletir somente a vontade de Deus, este dom deve promover a edificação da Igreja e deve acontecer de forma ordenada. (1Co.12:10; 14:5; 14:26-28).
O milagre de Deus ocorre pela mensagem apropriada às vidas presentes, que serão alcançadas.

Como vimos os dons podem ser muito variados, se apresentarem de varias formas e meios, por isso não devemos ter preconceitos ou afeição por uma outra forma de como eles se manifestam.
Os dons sempre se manifestam para que a igreja seja edificada, uma palavra ou dom que não edifica não pode nunca ter vindo de Deus.
Em cada pessoa ele agira de uma forma, mas sempre de acordo com a palavra.

Outra parte interessante é que todos estes nove dons não são frutos do espírito, pois frutos do Espírito todos devemos produzir como sinal do Espírito que habita em nós, enquanto os dons nunca teremos todos, alguns talvez não consigam ter nenhum.
Só recordando frutos do espírito são os que nos relata o livro de gálatas (Gálatas 5:22) - Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

Vale dizer também que a conseqüência destas manifestações do espírito Santo nas nossas vidas é que isso produz muitas vezes um chamado ministerial e neste chamado também há uma variedade, ou seja ele chama muitos, mas cada um para atender seu chamado e servir de uma forma especifica.
ex:
- como conseqüência dos dons:(I Corintios 12:28) - E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente apóstolos, em segundo lugar profetas, em terceiro doutores, depois milagres, depois dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.

- Como ministérios principais no corpo -(Efésios 4:11) - E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
(Efésios 4:12) - Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;
(Efésios 4:13) - Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo.

Fonte:http://www.amorgracaefe.com/p/estudos-biblicos_29.html
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes