Uma visão do futuro.

Existe uma crescente rejeição do mundo a tudo que diz respeito à exclusividade da Pessoa do Senhor Jesus Cristo, nosso Deus e grande Salvador. O mundo procura criar a imagem de um “deus” (ou deusa), que se encaixe em todos os sistemas de crença religiosa, ao mesmo tempo em que repudia o único Deus verdadeiro, o Triúno Deus da Bíblia. A ideia do Filho de Deus como o exclusivo Salvador é uma tremenda ameaça aos falsos deuses das inúmeras religiões humanas, seguidas por milhões de pessoas iludidas pelos falsos mestres.

Um ódio maior é o que se refere à doutrina do Arrebatamento Pré-Tribulacional, quando os crentes serão arrebatados por Cristo, de maneira inexplicável para quem desconhece esta doutrina bíblica. A Igreja de Roma e muitos segmentos evangélicos se uniram contra a doutrina da remoção dos escolhidos de Deus, classificando os que nela acreditam como “fanáticos religiosos”.
Visões muito diferentes (relacionadas aos tempos do fim) nos levam ao desafio de imaginar quais serão as reações humanas, após o Arrebatamento. A maioria dos líderes religiosos tem uma antipatia gratuita pelos crentes que eles chamam “fundamentalistas fanáticos”, entre os quais eu me incluo, recebendo, de bom grado, a pecha de “mente estreita”, que muitos católicos e crentes liberais me concedem. Esses amantes da unidade religiosa preferem escutar as mensagens dos seus pregadores dominionistas-ufanistas do que a mensagem “pessimista” do Espírito Santo, a qual está escrita nas páginas da Bíblia.
A maioria da população mundial acredita na unidade religiosa, para que haja paz na Terra, ignorando que a paz mundial jamais chegará antes do estabelecimento do Reinado Milenial de Cristo, o PRÍNCIPE DA PAZ.

As verdades bíblicas fundamentais são guardadas nas prateleiras do quarto de despejo eclesiástico, pois, se os pregadores começarem a anunciar o fim dos tempos, os cofres de suas igrejas ficarão vazios, visto como já não haverá necessidade de se abrirem tantas igrejas afiliadas, nem de se construírem tantos templos suntuosos, se eles pregarem a proximidade da volta de Cristo.

Somente os santos do Senhor, os que são regenerados pelo poder do Seu Sangue, serão arrebatados, independente das opções denominacionais, porque Deus vê o coração e não a religião de cada um. E como todos serão julgados pela Palavra de Deus (João 12:48), a religião só vai mesmo atrapalhar, na hora da chamada final.

Após o Arrebatamento, vai chegar ao governo mundial o “homem do pecado”, sob o qual vão sofrer os que não levaram a sério os ensinos bíblicos, mas se contentaram com as falsas pregações dos mestres dominionistas otimistas, à espera de um mundo melhor. Esses pregadores do otimismo religioso acham os crentes bíblicos muito pessimistas e chatos, desejando, no âmago dos seus corações, que nós desapareçamos. Pois, vamos sumir!!! Nossa santidade de vida e a separação das ilusões do mundo nos tornam odiosos aos olhos dos religiosos otimistas. O Evangelho só prega otimismo no que se refere à salvação através da fé em Cristo. Não nos promete riqueza material.

A música contemporânea adotada na maioria das igrejas evangélicas é antropocêntrica, impura e repulsiva aos olhos do Senhor. A atmosfera religiosa, à qual ela conduz, revela simplesmente o desejo de sucesso pessoal e não a verdadeira adoração a Deus. Ele não divide a Sua glória com pessoa alguma e esse tipo de música faz os crentes idolatrarem seus pastores e os compositores das tais músicas, em vez de prestarem uma exclusiva adoração ao Deus Triúno. Muitos crentes estão colecionando CDs de compositores evangélicos (na maioria, péssimos), passando o maior tempo do dia escutando-os, enquanto suas bíblias ficam empoeirando-se nas prateleiras da casa.

“A Paixão de Cristo” de Mel Gibson piorou a mentalidade evangélica, pois, além da preguiça de ler a Bíblia, os crentes ficam vendo filmes católicos sobre a Paixão de Cristo, que exaltam o papel de Maria como "Co-Redentora", e vão assimilando outros mitos religiosos que em nada os edificam.

Antigamente, os batistas eram bíblicos por excelência; mas, hoje, com tantas igrejas batistas “avivadas”, o declínio doutrinário é enorme e o barulho nessas igrejas é simplesmente ensurdecedor. Os alunos dos medíocres seminários teológicos saem quase analfabetos no sábio manejo da Palavra e espertos na maneira de ganhar bastante dinheiro, nas igrejas que vão dirigir. Um padre católico estuda sete anos, para aprender a ludibriar os tolos; enquanto isso, os futuros pastores evangélicos precisam de apenas quatro anos para se tornarem “mestres” no mesmo ofício.

E os pentecas são os mais espertos!

Após o Arrebatamento, os incrédulos vão achar que os crentes sinceros foram levados para um planeta especial, onde serão doutrinados conforme os ensinos da Nova Era. Mas, os crentes relapsos vão se conscientizar de que ficaram na Terra para enfrentar as maldades do Anticristo, se quiserem salvar as suas almas, visto como a Era da Garça terminou. “Brasileiro só tranca a porta depois de roubado”. Crente ufanista só se converte sob a chibata do Anticristo.

O Arrebatamento vai causar uma enorme confusão no mundo inteiro e será, depois da Ressurreição de Cristo, o evento mais glorioso da história mundial. Então virá o Anticristo, o qual vai enganar o mundo inteiro com o seu maquilado sorriso de fraternidade e bondade, para, em seguida, mostrar as garras de ferro contra todos os que não aceitarem a sua marca, visto como ele vai considerar todos os habitantes da Terra como pertencendo ao seu rebanho ovino.

Nesse tempo, a ICAR, que jamais fica por baixo, estará dando as cartas, com o seu pervertido evangelho mariólatra, quando a sua “Maria Santíssima” vai unir todos os povos. Há pouco tempo, ela teria aparecido a um dos seus devotos, pregando o ecumenismo como a solução para os problemas mundiais e o dízimocomo condição de bênçãos marianas. Essa “Maria Católica” é bem esperta, pois com o ecumenismo vigorando, ela será definitivamente transformada na Rainha dos Céus, tão decantada pela sua igreja e, como receptora de dízimos, ela vai enriquecer ainda mais os bancos do Vaticano, o qual já possui 1/3 de toda a riqueza do planeta. Essa Maria, além de “santíssima”, é uma portentosa “banqueira”!


Fonte: Mary Schultze, 28/04/2011 - www.maryschultze.comInspirado no texto "The World's Reponse To The Rapture", do Pr. Joseph Chambers.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 Comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes