O Caráter das Promessas de Deus.



As promessas de Deus nas nossas vidas são umas das partes mais importantes na bíblia, pois todos nós vivemos esperando que as mesmas se cumpram em nossas vidas. No livro de Isaías, o Senhor nos declara que suas palavras não voltarão vazias para si, eis que se cumprirá na vida de cada um: “assim será a palavra que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia; antes, fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a enviei. (Is 55.11)”.
No decorrer da bíblia vemos diversas promessas divinas se cumprindo na vida de quem crê, foi assim com Abraão “(Gn 15.3-6) Disse mais Abraão: Eis que me não tens dado semente, e eis quem um nascido na minha casa será o meu herdeiro. E eis que veio a palavra do Senhor a ele, dizendo: Este não serão teu herdeiro; mas aquele que de tuas entranhas sair, esse será o teu herdeiro. Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus e conta as estrela, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua semente. E creu ele no Senhor, e foi-lhe imputado isto justiça.”. e foi assim com outros vários personagens e certamente se cumprirá também nas nossas vidas. 

Para essas promessas se cumprirem em nossa vidas, devemos cumprir nossas obrigações para com o Senhor, assim como diz em Isaías: "Buscai ao SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o SENHOR. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos. Porque, assim como desce a chuva e a neve dos céus, e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir, e brotar, e dar semente ao semeador, e pão ao que come, Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei. Porque com alegria saireis, e em paz sereis guiados; os montes e os outeiros romperão em cântico diante de vós, e todas as árvores do campo baterão palmas. Em lugar do espinheiro crescerá a faia, e em lugar da sarça crescerá a murta; o que será para o SENHOR por nome, e por sinal eterno, que nunca se apagará. (ISAÍAS 55.6-13)". As promessas de Deus são um ato de sua vontade, uma forma de oferecer o melhor para a humanidade, depois que Adão e Eva sairam do Éden, as promessas foram uma forma de manter-se próximo de sua criação e lhe proporcionar uma nova alternativa de salvação. Salvação essa que foi concedida com a vinda de seu único filho para mostrar que podemos vencer o pecado, proporcionando uma reconciliação com o Criador, até o dia da segunda vinda de Cristo.

Algumas promessas celestiais são incondicionais, assim como a vinda de Jesus em: “(II PEDRO 3, 4) E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.” E “(JOÃO 14, 3) E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” Eis que nas promessas da vinda de Cristo, para sermos abençoados com elas temos que está vivendo em santidade, pois Ele virá para nos buscar, e temos que estar prontos para irmos morar na Jerusalém celeste. Por isso temos que buscar o Senhor enquanto podemos encontrar, pois amanhã será tarde demais, porque não sabemos quando o Cristo virá. Outra promessa incondicional é o triunfo da igreja: “(MATEUS 16.18) Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;”. Esta porém nos diz que se construirmos nossas igrejas sobre a pedra que é Jesus Cristo, o inferno não vencerá, e sua noiva se manterá pura e firma até o dia do juízo final. Assim também como é certa as promessas de julgamento dos pecadores impenitentes que se encontra em: “(SALMOS 9.17) Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus.” e “(ATOS 17.30,31) Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, e em todo o lugar, que se arrependam;Porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do homem que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos.”. Então devemos deixar a nossa vida de pecador e começarmos a buscar a Deus. Foram estabelecidas algumas condições entre o homem e o Senhor como: Buscar o senhor em oração, invocá-lo, deixar o caminho do ímpio, abandonar os pensamentos egoístas e humanos, converte-se e voltar-se exclusivamente para Deus. Sendo essas condições cumpridas, as promessas do Senhor fluirão lindamente em nossas vidas, porque Deus já fez sua parte, falta você fazer a sua seguindo a palavra divina: a bíblia, pois nela se encontra o caminho para a vida eterna. 

Deus cumpre suas promessas independentemente das circunstâncias e intervenções, sejam elas humanas ou do próprio diabo, o senhor nos confirma isso em: “(NÚMEROS 23.19) Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria?”. 

Quando Deus promete ninguém pode impedir porque Ele é o Grande eu sou: “(ISAÍAS 43.13) Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém há que possa fazer escapar das minhas mãos; agindo eu, quem o impedirá?”. Então cabe a nós seres humanos aprendermos a esperarmos nas promessas do Senhor, sem pôr em dúvida suas palavras, pois o tempo do homem é diferente do tempo de Deus. Durante toda a história satanás tentou atrapalhar os planos do Senhor, mas todas tentativas foram em vão, pois ninguém consegue atrapalhar os propósitos de Deus nas nossas vidas. Pois não há caminho de volta para o que o Senhor decidiu realizar no pacto com o homem.

Para quem são as promessas de Deus? Pergunta fácil de responder, isso porque as promessas têm um âmbito muito grande, indo do sentido geral ao individual, para uma nação em específico que é o caso de Israel, e sua noiva: a igreja. As promessas gerais são para todos os que crêem e cumpre os requisitos da fé, a salvação por exemplo, não se limita a um povo específico:"(JOÃO 1.11,12) Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome;". em "(JOÃO 3.16) Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". e "(I TIMÓTEO 2.3,4) Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.". e nem se restringe a um grupo de pessoas, ao contrário, as escrituras declaram que todos podem ser salvos desde que cumpra com sua parte no pacto da salvação, que tem como consequência crer segundo o Evangelho, arrepender-se e aceitar a provisão redentora de Deus e no sacrifício de Cristo no calvário.

No âmbito individual ela tem um indivíduo em particular, mas sua benção pode ultrapassar esse indivíduo, é o caso de Noé, Abraão, Ana, Rebeca e tantos outros. A fé é o principal fundamento para recebermos as bençãos vejamos em: "(HEBREUS 11.1-40) ORA, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus. Pela fé também a mesma Sara recebeu a virtude de conceber, e deu à luz já fora da idade; porquanto teve por fiel aquele que lho tinha prometido. Por isso também de um, e esse já amortecido, descenderam tantos, em multidão, como as estrelas do céu, e como a areia inumerável que está na praia do mar. Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra. Porque, os que isto dizem, claramente mostram que buscam uma pátria. E se, na verdade, se lembrassem daquela de onde haviam saído, teriam oportunidade de tornar. Mas agora desejam uma melhor, isto é, a celestial. Por isso também Deus não se envergonha deles, de se chamar seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade. Pela fé ofereceu Abraão a Isaque, quando foi provado; sim, aquele que recebera as promessas ofereceu o seu unigênito. Sendo-lhe dito: Em Isaque será chamada a tua descendência, considerou que Deus era poderoso para até dentre os mortos o ressuscitar; E daí também em figura ele o recobrou. Pela fé Isaque abençoou Jacó e Esaú, no tocante às coisas futuras. Pela fé Jacó, próximo da morte, abençoou cada um dos filhos de José, e adorou encostado à ponta do seu bordão. Pela fé José, próximo da morte, fez menção da saída dos filhos de Israel, e deu ordem acerca de seus ossos. Pela fé Moisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque viram que era um menino formoso; e não temeram o mandamento do rei. Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, Escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa. Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível. Pela fé celebrou a páscoa e a aspersão do sangue, para que o destruidor dos primogênitos lhes não tocasse. Pela fé passaram o Mar Vermelho, como por terra seca; o que intentando os egípcios, se afogaram. Pela fé caíram os muros de Jericó, sendo rodeados durante sete dias. Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias. E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas, Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos. As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; E outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões. Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados (Dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra. E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, Provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados.".

Porque por ela os antigos alcançaram testemunho. Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente. Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala. Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus. Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé. Pela fé Abraão, sendo chamado, obedeceu, indo para um lugar que havia de receber por herança; e saiu, sem saber para onde ia. Pela fé habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa. 

O texto de Hebreus fala claramente que o principal fundamento bíblico é a fé, através dela conseguimos as promessas e Deus nos revela seu proprósito, tenhamos fé e tudo se cumprirá em nossas vidas, no texto lido vimos o que os heróis da fé conseguiram, porque acreditaram nas promessas Divinas e agiram pelos olhos da fé. Ai perguntamos, e hoje como fica as promessas de Deus? Venho a dizer que as promessas que estão escritas ainda valem para os dias atuais porque Deus tem os mesmos propósitos conosco segundo seus padrões como iremos ver em:"(II CORÍNTIOS 1. 20) Porque todas quantas promessas há de Deus, são nele sim, e por ele o Amém, para glória de Deus por nós". em "(ROMANOS 15.8,9) Digo, pois, que Jesus Cristo foi ministro da circuncisão, por causa da verdade de Deus, para que confirmasse as promessas feitas aos pais; E para que os gentios glorifiquem a Deus pela sua misericórdia, como está escrito: Portanto eu te louvarei entre os gentios, E cantarei ao teu nome". e "(LUCAS 24.45) Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras". Então para os dias atuais temos que buscar o entedimento da palavara de Deus e valorizarmos a morte de Cristo na Cruz por nós e pela verdade da palavra de seu Pai.

Como todo bom Pai, as promessas do Senhor têm o propósito de redimir, conduzir e abençoar seu povo. Pois a humanidade seguindo os conselhos de um sábio Pai, jamais ira se perder. Elas também nos asseguram que Ele sempre cuidará de nós em todos os momentos de nossas vidas, mas isso não nos insenta da parte de cumprirmos suas palavras e vivermos um vida Santa redimida do pecado, alegrando nosso Deus e em tudo dando graças.









Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Graça e paz meu irmãozinho em Cristo Jesus!
    Estive aqui em visita ao seu blog e deparei com uma inteligência impar!
    Parabéns pelo blog e que Jesus te abençoe!
    www.comyeshua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Paz Marcelo, parabéns pelas mensagens do blog; continue firme na Palavra!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes