Crente é gato ou cachorro ?

Juízes 7 é sem dúvida um dos mais intrigantes das escrituras. A manifestação do poder de Deus é tão latente neste confronto dos comandados de Gideão contra os midianitas que às vezes nos esquecemos de como Deus é criterioso em selecionar aqueles que vão prestar-lhe algum serviço. De 32 mil homens que saem para a guerra o Senhor separa 300, ou seja, menos de 1% daqueles soldados tinham o perfil exigido.

No verso 5 a Bíblia descreve o seguinte diálogo: “Então disse o Senhor a Gideão: qualquer que lamber as águas como as lambe o cão, esse porás à  parte”. A pergunta que me fiz é: O que Deus realmente procurava nestes homens? Para chegar a uma conclusão tracei um paralelo entre o comportamento de dois animais bem comuns no nosso cotidiano e acabei percebendo que existem dois tipos de crentes na atualidade: Aquele cujo instinto se assemelha ao do cão e outros ao do gato. Pois bem, vejamos que lições são possíveis extrair disto.
1 – ADESTRADO OU DOMESTICADO: Um cachorro pode ser adestrado a tal ponto que ele consiga controlar sua própria natureza e estabeleça um estado de submissão às ordens de seu dono. O gato, por sua vez, é um animal doméstico e não adestrável, não aceita ser preso a uma corrente, não aceita ordens, e por mais manso que pareça sua própria natureza acaba sobressaindo.
Aliás, o gato é tão domesticado que chega ser inconveniente. Você recebe uma visita em sua casa e basta o gato perceber que não está sendo o centro das atenções que ele começa a se esfregar nas pernas do seu convidado, miar, e se der corda, ele vai parar no colo de alguém.
Na igreja não é diferente. Existem pessoas que se converteram de fato, aceitaram ser adestradas pelo Espírito Santo, tudo em sua vida mudou, é submisso  a Deus e à igreja. Por outro lado existem aqueles domesticados, cantam, oram, até pregam, mas, basta perceber que não estão em evidência que liberam sua velha natureza. Não aceitam ordens da igreja, e por mais “mansos” que pareçam basta apertá-los para sentir o vigor de suas garras afiadas.
2 – O CACHORRO TEM PRONTIDÃO: Você abre cuidadosamente a porta de casa, são duas da manhã, o cachorro está tirando uma soneca e você grita: PEGA. Imediatamente o cachorro se põe de pé e está atento ao que se passa. Agora, a mesma cena acontece, só que ao invés do cachorro, está o gato. Você dá o primeiro grito e ele rola de um lado pra outro, espreguiça para frente e para trás, começa a  lamber cada uma de suas patas e, talvez, depois de meia hora ele esteja disponível.
Você já lidou com gente assim? Nunca está disponível. Um dia o sol está quente demais, outro dia é a chuva que atrapalhou. Hoje chegou atrasado ao culto porque o despertador não tocou, amanhã ele chega atrasado porque dormiu tarde demais. Sua agenda está sempre lotada para se adequar aos horários da igreja, mas, se a igreja estiver disposta a esperar, e esperar muito, então ele pode adequar a igreja aos seus horários. É incrível como o despertador não precisa tocar mais de duas vezes durante a semana para irmos para o nosso emprego, mas domingo, a cama parece estar mais atraente, a ceia do Senhor não parece tão importante, a escola dominical? bom, já estudei este assunto o ano passado, não vai me fazer falta. Deus procurou prontidão naqueles homens e neste teste só uma minoria foi aprovada. Você é pronto para o serviço de Deus?
3 -  O CACHORRO TEM VIBRAÇÃO: O cachorro é um dos poucos animais em que você pode perceber alegria. Você chega em casa de madrugada vindo de uma festa, está com sua melhor roupa, o tempo está chuvoso, mas, quando você abre o portão e vira as costas para voltar ao carro, escuta apenas o barulho estridente das unhas de seu cão de estimação correndo, debaixo de chuva, para te recepcionar. Por mais que você grite, diga que não precisa, ele vai mostrar pra você que está feliz deixando alguma marca em você. Enquanto  isto o gato está dormindo, talvez na sua cama, e apenas abre um dos olhos, ouve você brigando com o cachorro e diz: miau, miau, miau, o cachorro se deu mal.
Você tem vibração naquilo que faz? Quando você abre a boca para cantar nas reuniões de evangelização os visitantes percebem que você tem entusiasmo por ser salvo? Os crentes percebem que você é feliz com o ministério que desenvolve na sua igreja, ou será que você anda sempre de cara fechada como se estivesse sendo obrigado a estar ali?
Recentemente trabalhei em um determinado lugar com pessoas crentes e não crentes. Quando nos encontrávamos na segunda pela manhã, depois de um bom final de semana, os não-crentes contavam com prazer: “este final de semana fui com minha família para o balneário”. Outro dizia: “eu passeei bastante”. Mas, quando perguntavam a algum crente: “e você fulano, o que fez?” As respostas eram do tipo: “Ah! Eu passei o final de semana todo na igreja, não pude sair pra lado nenhum”. Outro dizia: “É duro viu! trabalho aqui a semana inteira e ainda tenho que trabalhar na igreja nos finais de semana”.
O que você acha que foi a arma letal que Deus usou contra os midianitas? Eu respondo, foi a vibração de trezentos homens. O versículo 20 nos diz que Deus ordenou e aqueles homens gritaram com todo o entusiasmo: “Espada pelo Senhor e por Gideão”.
Meus irmãos, temos servido ao Senhor com alegria, com toda a nossa motivação? Deus dispensou 31.700 homens e preferiu lutar com apenas 300, e sabem o que aprendo aqui? Deus não está disposto a compartilhar as glórias da vitória com quem não estiver suficientemente motivado para a batalha. Lembre-se disto. Servi ao Senhor com alegria. Se não é a alegria que me leva aos cultos, me estimula a servir a Deus, a desenvolver meu ministério, então, meu serviço não significa nada para Deus. Eu nunca deixarei uma marca na vida de alguém se não impetrar alegria no serviço que presto a Deus.
Autor: Ronivaldo Moreira no Blog  Irmãos.Com
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

3 comentários:

  1. renata-rosenrot@hotmail,com1 de julho de 2012 02:33

    vc mancha a honra de todos os cristãos com uma postagem dessas,o seu deus odeia animais e coloca em seres inocentes caracteristicas de seres humanos que são corruptiveis?
    Que pena! por que o meu deus é amor,e criou o ser humano, o gato, o cachorro,e tudo..e não ensina a odiar um ser inocente,vc eh um hipocrita,deveria rever um pouco de seus conceitos...

    ResponderExcluir
  2. O comentário acima é tão infeliz! Jesus seria odiado pela leitora se algum dia ela ler a bíblia e ver Jesus comparando os homens com ovelhas, pombas, serpentes, raposas, peixes, lobos e por aí vai...Parabéns pelo artigo publicado. foi o mais coerente que achei até então nas pesquisas de atitudes de crentes comparando os com os cães e gatos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Contatos

Nome

E-mail *

Mensagem *

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
DEMAIS IDIOMAS

LOCALIZAÇÃO E PAÍSES DOS VISITANTES

Copyright © Macelo Carvalho | Traduzido Por: Mais Template

Design by Anders Noren | Blogger Theme by NewBloggerThemes